Em 08/11/2015 às 18h56


Com bela atuação, Vasco vence o Palmeiras em São Paulo: 2 a 0

Por: Carlos Gregório Júnior

Contra tudo e contra todos! O Vasco da Gama segue vivo no Campeonato Brasileiro! Na noite deste domingo (08/11), na Allianz Parque, em São Paulo, o Gigante da Colina venceu o Palmeiras por 2 a 0 e escreveu mais um feliz capítulo de sua recuperação no torneio nacional.

O triunfo, obtido graças ao gols de Rafael Silva e Nenê, ainda no primeiro tempo, fizeram o time vascaíno diminuir para dois pontos a diferença para o 16º colocado da competição. O Almirante volta a atuar no próximo dia 19, contra o Corinthians, em São Januário, com o objetivo de seguir mostrando que nada é impossível para quem carrega a cruz de malta no peito.

Antes da partida contra o Palmeiras, o presidente Eurico Miranda marcou presença no vestiário cruzmaltino e desejou sorte aos jogadores e membros da comissão técnica. O mandatário acompanhou o decisivo duelo dos camarotes da Allianz Parque, casa do alviverde paulista.

O JOGO

image
Rafael Silva abriu o placar com uma bonita cabeçada- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Ao longo da semana, durante os treinamentos em São Januário, todos classificaram o duelo contra o Palmeiras como "jogo da vida". Dentro de campo, na Allianz Parque, os atletas demonstraram desde o primeiro minuto que estavam dispostos a ganhar a primeira das cinco decisões vascaínas na reta final do Campeonato Brasileiro. Apesar de atuar longe de seus domínios, o Gigante da Colina tomou a iniciativa e mandou na partida nos primeiros 20 minutos.

As oportunidades, porém, demoraram para aparecer. A primeira boa chegada do Vasco aconteceu aos 23 minutos, quando Serginho tabelou com Riascos, ganhou a dividida de um atleta alviverde e ficou cara a cara com o goleiro. Para a tristeza dos cruzmaltinos, que compareceram em bom número ao recinto do rival, o camisa 8 finalizou em cima de Fernando Prass. A investida serviu para acordar o Palmeiras, que desperdiçou quatro chances na sequência.

Vitor Hugo, aos 27, Rafael Marques, aos 31, Thiago Santos, aos 32, e Lucas Barrios, aos 33, levaram perigo para a meta de Martín Silva. O arqueiro uruguaio chegou a defender com tranquilidade duas das quatro conclusões do Palmeiras. A resposta cruzmaltina veio em seguida, com Rafael Silva. Aos 35 minutos, Nenê cobrou escanteio e o herói do 23º título estadual desviou com a cabeça para o fundo das redes: VASCO 1 X 0.

image
Nenê deixa Vitor Hugo no chão antes de encobrir Fernando Prass

O amuleto vascaíno voltou a aparecer aos 40 minutos. Dessa vez, após receber passe de Andrezinho, o camisa 9 tentou jogada individual e acabou sendo desarmado. A sorte, entretanto, estava do lado do Almirante e a bola acabou sobrando para Nenê. O meio-campista ganhou no corpo de Vitor Hugo, invadiu a área e tocou por cima de Fernando Prass, ampliando assim a vantagem do Gigante na Allianz Parque: VASCO 2 x 0.

Ainda no primeiro tempo, aos 44 minutos, o clube de São Januário quase anotou seu terceiro tento. Na ocasião, Nenê cobrou escanteio direto para o gol e por pouco, muito pouco, não surpreendeu Fernando Prass. A bola acabou beijando o travessão. A etapa final começou com o Palmeiras buscando o ataque. Em desvantagem, o alviverde tentou diminuir o prejuízo através do jogo aéreo. A estratégia não surtiu efeito porque Luan e Rodrigo foram afastaram inúmeras vezes o perigo. Nas poucas oportunidades que a zaga do Vasco não afastou o perigo, o Palmeiras se encarregou de não modificar o placar.

Aos 14 minutos, após Egídio arriscar de longe e mandar para fora, Zé Roberto cobrou escanteio e Thiago Santos cabeceou no travessão. Disposto a defender com unhas e dentes o resultado positivo, o Gigante da Colina encaixou um bom contra-ataque aos 24 minutos. Na oportunidade, Diguinho lançou Rafael Silva e o viu chutar no lado de fora da rede. Nos derradeiros momentos do confronto, o Palmeiras buscou de todas as formas balançar as redes, mas não conseguiu vencer o sistema defensivo vascaíno.

image
Andrezinho em ação na Allianz Parque- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 2 VASCO DA GAMA
Campeonato Brasileiro- 34ª rodada

Local:
Allianz Parque, São Paulo (SP)
Árbitro: Anderson Daroco (RS)
Auxiliares: Alessandro A Rocha de Matos (BA) e Cleriston Caly Barreto Rios (SE)
Cartões Amarelos: Riascos, Luan, Serginho, Madson (Vasco da Gama); Jackson (Palmeiras).
Gols: Rafael Silva (35' do 1º tempo); Nenê (40' do 1º tempo).

PALMEIRAS: Fernando Prass, João Pedro, Jackson, Vitor Hugo e Egídio (Fellype Gabriel); Thiago Santos, Robinho e Zé Roberto; Rafael Marques (Kelvin), Gabriel Jesus e Lucas Barrios (Alecsandro).Treinador: Marcelo Oliveira.

VASCO DA GAMA: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Júlio César; Diguinho, Serginho, Andrezinho e Nenê (Rafael Vaz); Rafael Silva (Julio dos Santos) e Riascos (Eder Luis). Treinador: Jorginho.

Comente essa notícia

Videos

Bastidores | Vasco 2 x 0 São Paulo | Brasileirão 2018

desenvolvido por: