Em 14/08/2014 às 15h44


Meninas da Colina estreiam neste domingo na Copa do Mundo

Por: Vasco.com.br

Juliana, Cindy, Angelina, Carolina e Jully- Foto: Rener Pinheiro- Vasco.com.br

Martín Silva não será o único representante do Vasco na Copa do Mundo de 2014. Destaques da equipe sub-15 feminina do Gigante da Colina, Angelina Alonso, Carolina de Sá, Cindy Valim, Juliana Pacheco e Jully Silva foram selecionadas pela organização e exercerão a função de gandula durante o Mundial. Quis o destino que a estreia das cruz-maltinas ocorresse justamente numa partida da Argentina, a grande rival brasileira.

Neste domingo (15/06), às 19 horas, as Meninas de São Januário terão a oportunidade de conviver de perto com estrelas do futebol mundial. A maior delas é nada mais, nada menos que Lionel Messi. Eleito quatro vezes o melhor jogador do mundo pela FIFA, o craque do Barcelona é o grande ídolo da volante Angelina.

- A emoção é muito grande. Primeiro por gandular no Maracanã e segundo por ver os jogadores. Um deles eu considero o melhor do mundo, que é o Messi. São muitas vantagens. É muita emoção, muita felicidade. Apenas vou aproveitar cada segundo que estiver lá - afirmou Angelina.

A zagueira Juliana espera gandular num Maracanã lotado. Se depender da quantidade de argentinos que chegaram ao Rio de Janeiro nas últimas semanas, o "maior do mundo" receberá um grande público no início da noite. A defensora revelou como se sentiu ao tomar ciência da escolha de seu nome.

- Gandular numa Copa do Mundo no meu país é uma coisa maravilhosa. Muitos queriam ter essa oportunidade, mas poucos conseguem . Nem sei como vou reagir quando ver o maraca lotado. Vou estar participando e ajudando tudo a dar certo na partida. Irei me sentir privilegiada gandulando. Vai ser uma experiência que vou levar para minha vida inteira. Quando estiver mais velha vou poder contar que participei da Copa do Mundo 2014 - disse Juliana.

Para a meio-campista Cindy Valim, estar dentro de uma Copa do Mundo é algo que não tem preço. A atleta de 15 anos, que se diz emocionada com a oportunidade, também irá utilizar a chance de gandular para ter contato com jogadores de grande importância na Europa.

- Vai ser uma experiência única. Poder fazer parte do maior evento futebolístico do mundo em meu país é, certamente emocionante. Vou estar na frente dos maiores jogadores da atualidade. Jogadores que servem de inspiração para mim. Um momento que vou guardar pra sempre na minha vida - declarou Cindy.

Atacante titular do time sub-15, Carolina de Sá é a gandula mais experiente do grupo. A jovem chegou a gandular no ano passado em algumas partidas da Copa das Confederações. Embora já tenha participado de um evento dessa magnitude, a garota garante que irá se emocionar quando pisar no gramado do Maracanã.

- Já sou veterana como gandula. Gandulei ano passado na Copa das Confederações. Agora é uma Copa do Mundo e a emoção é ainda maior. Parece que será a primeira vez, pois a expectativa é muito grande. Não vejo a hora de chegar logo para ver o Messi. Uma pena que não vamos poder fala com eles - salientou Carolina.

É importante frisar que a expressão gandula surgiu no Vasco no final da década de 30. Jogador do Gigante da Colina na época, o argentino Bernardo Gandulla costumava buscar a bola que havia saído de campo e entregá-la o atleta encarregado de repô-la em jogo - mesmo que este fosse do time adversário. Por conta dessa iniciativa, o ex-atleta conquistou a torcida e o termo "gandula" continuou sendo usado para os repositores de bola mesmo após sua saída.

Juliana, Cindy, Angelina, Carolina e Jully- Foto: Rener Pinheiro- Vasco.com.br

Comente essa notícia

Videos

Rolé no Rio - Leandro Castan

desenvolvido por: