Em 30/07/2020 às 12h24


Projeto de escolas de futebol do Vasco é uma oportunidade de negócio para o torcedor

Por: Assessoria de Imprensa

São Januário, Rio de Janeiro

Com o objetivo de fortalecer ainda mais as categorias de base, o Vasco tem buscado expandir o território de atuação do trabalho de captação de atletas para o clube. Um dos mecanismos usados para isso é o projeto de escolas de futebol Vasco Academy, lançado em 2019, que visa implementar núcleos de futebol com metodologia semelhante às aplicadas no Gigante em todo o país. Mas além da importância para o futebol, a Vasco Academy é também uma oportunidade de negócio para os apaixonados pelo esporte que tem o desejo de empreender na área. 

image
Unidade São Januário da Vasco Academy (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Para se tornar um licenciado da Vasco Academy, é preciso de um investimento inicial nas taxas de licenciamento, além de possuir um espaço (campo ou quadra) em que as atividades possam ser realizadas. O empreendedor também precisar arcar com a aquisição de materiais esportivos, máquinas, equipamentos e despesas com legalização da empresa. 

Em seguida, o primeiro passo é a definição do modelo de negócio entre as três opções oferecidas. O modelo Coração Infantil realiza um trabalho com atletas entre 5 a 14 anos, e conta com participação na Copa Vasco e na Vasco Camp. O plano Raiz trabalha com atletas entre 15 a 21 anos com objetivo de alcançar um maior intercâmbio esportivo. Já o Base Forte permite ao licenciado a atuação em ambos modelos.

Após a definição do modelo de negócio, o licenciado recebe a implementação do Sistema Gênesis para gerenciar a unidade de maneira integral com dados cadastrais dos atletas e responsáveis. Os professores da unidade devem inserir os planos de aula com conteúdos que serem trabalhados ao longo do ano, o que permite o acompanhamento da metodologia pelos responsáveis e pelos atletas. A movimentação financeira referente à cobrança de mensalidade pode ser realizada via boleto ou cartão, e os repasses de royalties e da taxa de licenciamento também ocorrem pelo sistema.

image
Unidade Vasco Academy em São Januário (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O coordenador da Vasco Academy, Gabriel Ferreira, falou sobre a oportunidade de negócio e sobre práticas que o licenciado pode realizar para alavancar o investimento.
 
- Sem dúvidas é importante que o licenciado tenha espírito empreendedor e saiba lidar com diferentes situações que surgem em um contexto empresarial. Nós indicamos que para promover o núcleo, é necessário que o responsável tenha criatividade em realizar ações, além de aproveitar de todo suporte que a matriz oferece, como avaliações de atletas, visitas técnicas, treinamentos para os profissionais das unidades, entre outros. Outro ponto, mas não menos importante, é realizar um trabalho de gestão em mídias sociais por meio do Instagram, Facebook e até mesmo um Site.
 
Para garantir que a metodologia da base do Gigante esteja presente ao redor do país, o licenciado tem um Manual de Avaliação, definido pelo Departamento de Captação, e deve oferecer serviços pré-determinados pelo clube. O Departamento Vasco Academy oferece os treinamentos iniciais para preparar o licenciado a gerenciar o próprio negócio. O gerente geral do futebol de base, Carlos Brazil, ressaltou a importância de manter um cuidado com a estrutura para obter um bom resultado no trabalho.

- Depois de conseguir atletas, o papel é manter uma boa relação para conquistar a fidelização. Isso não é complicado, basta a unidade manter a estrutura adequada, os profissionais atualizados com os conteúdos oferecidos pela matriz e buscar sempre inovações para o seu núcleo.
 
Gostou, torcedor? Aproveite a oportunidade de levar o Vasco para sua cidade e ainda por cima obter uma renda com o negócio!

Comente essa notícia

Videos

Rolé no Rio - Leandro Castan

desenvolvido por: