Em 22/03/2016 às 15h54


Angelina se destaca em campanha da Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-17

Por: Thiago Moreira

A Seleção Brasileira sub-17 feminina fez boa campanha no Sul-Americano da categoria, realizado na Venezuela. O time canarinho conseguiu a classificação para a próxima Copa do Mundo, que será disputada na Jordânia, em setembro. No último domingo (20/03), as brasileiras lutaram pelo título do torneio contra a seleção local e acabaram perdendo pelo placar de 1 a 0, terminando a competição na segunda colocação. Porém, a derrota não apagou o brilho da melhor volante do torneio, segundo a organização do campeonato. Angelina, atleta vascaína, foi escolhida para integrar a "equipe ideal" do Sul-Americano, após se destacar na competição.

- O Sul-Americano foi um campeonato de alto rendimento. A experiência foi grande para todos nós. Sabíamos que iríamos encontrar dificuldades na competição, mas conseguimos suportar todas elas e chegamos na grande final, que tínhamos como objetivo. Ficamos em segundo lugar com muito orgulho, pois estávamos jogando contra uma seleção forte, que contava com mais de 40 mil torcedores a seu favor. Estou muito feliz por ter participado e ter feito boas atuações em campo. E, principalmente, por ter conquistado a vaga para o Mundial. Saímos com a cabeça erguida, com a certeza de que fizemos o nosso melhor. Vamos trabalhar forte, melhorar a cada dia para que na Copa do Mundo a gente possa conquistar o título - disse Angelina.

Outra vascaína presente no torneio, a atacante Rayane reforçou a importância de conquistar a vaga para o Mundial e aproveitou para ressaltar a experiência adquirida na disputa do torneio Sul-Americano.

- Foi uma experiência inexplicável e inesquecível. Jogar um Sul-Americano e ficar em segundo lugar é de extrema importância. Ter a oportunidade de classificar para o Mundial, que era um dos nossos objetivos, além do título. Mas, infelizmente, o troféu não veio. Agora é trabalhar mais forte para a Copa do Mundo, porque sabemos que o Sul-Americano já é um campeonato de nível bem alto, porém, no Mundial é bem mais forte, com mais seleções, e temos que estar preparadas - afirmou Rayane.

Comente essa notícia

Videos

Rolé no Rio - Leandro Castan

desenvolvido por: