Em 06/04/2015 às 19h07


Em defesa do Carioca, Presidente Eurico Miranda critica insinuações de favorecimento ao Vasco

Dirigente afirma que normas do Estadual foram previamente aprovadas por unanimidade pelos clubes

Por: Matheus Alves

image
Eurico Miranda em entrevista  nesta segunda-feira - Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br

O presidente Eurico Miranda concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do Estádio de São Januário na tarde desta segunda-feira (06/04), para falar sobre as declarações do técnico Vanderlei Luxemburgo, do Flamengo, e também do atacante Fred e do vice-presidente de futebol Mario Bittencourt, ambos do Fluminense. O mandatário ressaltou a sua defesa em relação ao Campeonato Carioca e repudiou todas as declarações recentes dadas de que o Vasco teria algum suposto benefício na competição. Confira os temas abordados:

Assembleia Geral

"A mídia está conduzindo as coisas de maneira errada do que efetivamente acontecem. Como já disse em outras oportunidades, já como presidente do Vasco, participei de uma Assembleia Geral da Federação e uma das figuras que eu me lembro que estavam lá era o Michel Assef, pai,  representando o Flamengo. Tinha os representantes de todos os outros clubes também. Tudo que foi decidido para o campeonato foi previamente discutido e acordado por unanimidade"

Número de inscrições dos jogadores no Carioca e  time misto

"A Federação recebeu um comunidado da Globo, que patrocina o campeonato, com a emissora informando que poderia valer as cláusulas contratuais, caso os clubes se apresentassem com times mistos ou reservas. A partir dai, tínhamos que limitar o número de inscrições dos atletas em 28: 25 e os três goleiros. Foi discutido a seguir quantos jogadores amadores poderiam ser inscritos. E esse número foi aprovado com unanimidade que seriam cinco jogadores amadores no máximo que poderiam estar jogando, isso dentro dos 25. E tendo a possibilidade de ter substituição de até três jogadores nessa lista. Isso tudo foi discutido e votado por unanimidade. Não foi o Arbitral, foi a Assembleia Geral que decidiu, inclusive com posicionamento favorável de todos os clubes"

Declarações de Luxemburgo

"Inadvertidamente ou propositalmente, o treinador do Flamengo, diante da omissão ou conivência de seus dirigentes, se manifestou em relação a algo que tinha sido aprovado pelo próprio clube, terminando dizendo que deveria ser dado 'porrada na Federação'. Evidentemente que a mídia, em especial a Rede Globo, deu origem a isso através dos seus comentaristas. Começaram a dizer que é um absurdo limitar o numero dos jogadores e de inscrições, o que levou a mídia de uma maneira geral achar que isso era coisa para perseguir A ou B. Ao se manifestar dessa forma, ele foi punido como deveria ser pelo Tribunal da Federação. O treinador quer dar uma de conhecedor da lei, mas esqueceu que temos órgãos legitimados que podem punir"

image
Presidente falou sobre vários temas durante a coletiva de imprensa - Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br
 

Manifestações sobre competições

"Em nenhum lugar do mundo, profissionais falam mal da competição que se disputa. Se falam são devidamente punidos. O direito de ir e vir não quer dizer que você possa ir e vir para qualquer lugar. Se por determinação de algum órgão, você está proibido de fazer algo, tem que obedecer. Liberdade de expressão existe até o momento que você fere o outro. Caso você fale demais, tem de sofrer as consequências. Se não tivesse acontecido a omissão dos dirigentes do Flamengo e também do Fluminense, não teriam feito essas declarações irresponsáveis" 

Declarações de Fred e Mario Bittencourt

"O Fred disse que o Campeonato tinha que acabar. É claro que para ele isso pode acontecer, já que ele ganha mais que todas as três mil pessoas juntas que trabalharam na competição. O dele está assegurado. Respaldado pelo seu vice-presidente, que é outro irresponsável e que ainda não saiu dos cueiros, ele falou isso. O Mario Bittencourt disse que 'existem clubes que têm um pênalti a cada jogo'.  Esse rapaz é um irresponsável quando afirma isso. Se ele tivesse que defender o seu clube, teria reclamado do seu jogador ter sido expulso aos 30 minutos num jogo decisivo. E mais: O que o Vasco tem a ver com o que acontece em outro jogo? Ele deveria reclamar é do Flamengo, que foi beneficiado. Por que não insurgiram contra isso?"

Erros de arbitragem

"Ninguém cita o que teve aqui (em São Januário) no jogo contra o Barra Mansa. Ninguém cita que o Flamengo no jogo contra o Madureira teve um gol duvidoso. Querem dizer deliberadamente que o Vasco é beneficiado.  Eu defendo o Campeonato Carioca e sempre defendi pelo que ele representa"

image
Presidente afirma que continuará defendendo o Campeonato Carioca - Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br

Rubens Lopes

"Esse negócio de que o presidente da Federação estava no meu gabinete e associarem isso a um suposto beneficiamento não existe. Esse tipo de pressão eu conheço lá de trás. Eu quero deixar clara a posição do Vasco de repudio a essa situação toda e de mostrar que a opinião pública precisa ser efetivamente esclarecida"

Pênaltis contra o Friburguense

"Na minha opinião, todos os três pênaltis aconteceram. Mas alguns comentaristas querem sempre tumultuar . Cada um quer dar a sua opinião. Todos os pênaltis que eu vi aconteceram. Não quero saber se foram nos descontos ou no final. Se realmente aconteceram, precisam ser marcados. Isso é de jogo. Não quer dizer que seja benefício" 

Liga Independente

"'Tem um ditado português que diz que 'tem umas coisas que são mais velhas que a Sé de Braga', que é uma das igrejas mais antigas de Portugal. Essa questão de criação de liga não é de hoje. Isso é lá de trás. Todos sabem a motivação disso: Tumultuar. É impossível a criação de uma liga como eles querem. Existe uma hierarquia. A Fifa está acima de tudo isso, através de suas federações e confederações. Isso tem uma ordem.  Se amanhã a Confederação concordar com isso, pode até ter. Se um dia a Federação do Rio apoiar, ok. Isso tudo é para justificar a incompetência em termos de gestão"

Peter Siemsen

"Esse é outro irresponsável. Está no nível de seus subordinados. A partir do momento que ele permite que os seus subordinados se manifestem desse jeito, já demonstra a sua irresponsabilidade e o que é mais grave, que é a sua omissão"

Vasco respeitado

"Durante um período negro da história do Vasco, eles não precisavam se preocupar. Achavam que o Vasco não chegaria a lugar nenhum. Quando eu reassumi o Vasco, eu disse que o respeito ia voltar, interno e externo. Não tenho dúvida que o respeito voltou e agora o temor também. É isso que está levando eles falarem desse jeito"

Protesto no Maracanã

"Só digo o seguinte: Você não verá isso em um jogador do Vasco. Os jogadores não são culpados, pelo contrário. O que os jogadores têm a ver com isso? Agora se omitir e jogar essa responsabilidade para os jogadores ou para o treinador, isso é omissão de dirigente, que  na verdade acha que deveria ser assim. Isso é devidamente orquestrado"

Comente essa notícia

Videos

Rolé no Rio - Leandro Castan

desenvolvido por: