Em 10/06/2019 às 16h18


Mais maduro, Ricardo assume protagonismo no Campeonato Brasileiro

Por: Carlos Gregório Júnior

CT do Almirante, Vargem Pequena (RJ)

Uma temporada após receber as primeiras oportunidades no time profissional, Ricardo Graça assumiu o protagonismo dentro do Vasco da Gama. Com 16 desarmes e 46 rebatidas, segundo levantamento do site de estatísticas Footstats, o camisa 36 é o grande destaque defensivo da equipe cruzmaltina no Campeonato Brasileiro. Os números também fazem do prata da casa líder nos quesitos entre os jogadores de sua posição que atuam por clubes do Rio de Janeiro.

- Hoje me sinto com um pouco mais de bagagem. Quando se disputa muitos jogos por competições importantes, como Libertadores, Sul-Americana, Brasileiro e Copa do Brasil, você acaba ganhando mais rodagem, se tornando mais experiente. Quanto mais complicadas forem as partidas, mais a gente cresce. Acredito que não fui bem contra o Jorge Wilstermann e LDU, as duas partidas na altitude, mas nas demais me portei bem. Aprendi bastante na temporada e agora estou mais calejado - afirmou o prata da casa, em entrevista coletiva.

image
Ricardo ao lado de Andrey durante trabalho no CT do Almirante- Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Além de ter sido provocado pelo número alto de minutos em campo no ano passado, o crescimento de Ricardo Graça é fruto também de uma rotineira troca de experiência com os outros jogadores de sua posição, casos de Breno, Leandro Castan e Werley. É comum ver o jovem zagueiro conversando com os companheiros antes, durante e depois cada uma das atividades. A relação de amizade foi exaltada pelo talentoso defensor.

- O Castan e o Werley são dois zagueiros experientes e que formaram a nossa dupla de zaga no ano passado. Outro que está sempre conversando comigo é o Breno, pra quem torço que volte o mais rápido possível. A experiência desses três jogadores, que jogam muito e possuem muita bagagem, com certeza me ajuda. Jogar é sempre bom, mas procuro manter os pés no chão, a cabeça no lugar, até porque quando voltarem, eles com certeza devem atuar. Vou seguir lutando pelo meu espaço, pois sei que o professor vai decidir o que for melhor para o Vasco - disse Ricardo.

Quando questionado sobre o momento vivido pelo Gigante da Colina no Campeonato Brasileiro, o camisa 36 fez questão de enaltecer o resultado obtido diante do Internacional, lembrando que o adversário é um forte candidato ao título da Conmebol Libertadores. Ricardo Graça também pregou respeito ao Ceará, citando a qualidade do ex-companheiro Thiago Galhardo, mas frisou a importância do Vasco ser protagonista em São Januário.

- Foi um resultado que nos trouxe mais tranquilidade. O bom dessa vitória foi que derrotamos um time que é candidato ao título, não só do Brasileiro, mas também da Libertadores. É uma equipe de qualidade. Vi muita gente falando que a gente recuou no segundo tempo, mas não foi isso que aconteceu. O time deles empurrou a gente para trás, pois tem muita qualidade. É normal quando você tem uma vantagem de 2 a 0 dar um abaixada na linha e apostar nos contra-ataques. É nesse momento que a defesa precisar atenta e segura. Temos que saber sofrer - declarou o zagueiro, acrescentando na sequência.

- O Ceará tem qualidade também, e vem muito bem dentro da competição. Possui vários jogadores enorme potencial, como é o caso do Thiago Galhardo, que já jogou conosco. Conhecemos muito bem a qualidade dele. Temos que colocar o pé no chão, respeitar o adversário, mas sem esquecer de fazer valer o fato campo. Estaremos em casa e precisamos mandar no jogo. Aqui é Vasco e temos que jogar como Vasco, como bem disse o professor. O torcedor pode ter certeza que a gente vai continuar brigando. Não importa o adversário, se é o Inter, o Palmeiras ou o Ceará, dentro de casa, em São Januário, temos que jogar como Vasco, ser protagonista - finalizou o camisa 36.

Comente essa notícia

Videos

Conheça o novo uniforme 1 do Vasco

desenvolvido por: