Em 03/05/2019 às 13h16


Projeto Vasco Academy é lançado em São Januário

Por: Assessoria de Imprensa

São Januário, Rio de Janeiro

O Vasco lançou nesta sexta-feira (3/5), o projeto "Vasco Academy", que tem como objetivo render a captação de novos talentos, gerar receitas, exportar a metodologia das divisões de base para escolinhas espalhadas pelo Brasil. Com a nova ideia, o Cruzmaltino quer implementar núcloe sde futebol por todo o país com o modelo de ensino já realizado em São Januário. Observadores do clube acompanharão os núcleos e farão a captação de atletas mais promissores.

image
Jogadores da base desfilaram com os uniformes da escolinha (Foto: Carlos Gregório Júnior/Vasco)

- A ideia é expandir a marca Vasco no Rio de Janeiro, no Brasil e posteriormente no exterior, além de aumentar a captação de atletas para o clube. Muitas vezes o menino chega aqui e não está preparado para o alto rendimento. Precisamos que ele esteja perto disso. Ele vai estar próximo do que fazemos na base. O diferencial do projeto é que os licenciados podem trabalhar de cinco a 21 anos. É um projeto inovador, que gera oportunidades - disse Carlos Brazil, gerente do futebol de base.

O coordenador metodológico da base, Próspero Paoli, também falou sobre o projeto. Ressaltou que a metodologia dos treinamentos é fundamental neste novo projeto, explicando que cada faixa etária terá um conteúdo a ser desenvolvido:

- Um dos pontos fundamentais dessa proposta passa pela metodologia. Estamos inciando a formação no Vasco a partir dos seis anos. Se não oportunizarmos, não tem como detectar o talento. Esse projeto vai exatamente fortalecer a marca Vasco, que é gigante. E vem para organizar as escolas, mas acima de tudo dar a oportunidade. Para cada faixa etária terá um conteúdo a ser desenvolvido. Vejo um dia muito especial para o clube. Normalmente os projetos não tem relação com os clubes e na Vasco Academy, não. Todas as unidades e professores vão vir a São Januário para o treinamento. Vamos dar suporte a eles. É uma ação das mais importantes.

image
Próspero Paoli explicou um pouco da metodologia de trabalho (Foto: Carlos Gregório Júnior/Vasco)

Representantes de escolinhas do Vasco licenciadas pelo Brasil estiveram presentes na apresentação do projeto e do novo modelo de negócios. Sthael Matolla, coordenadora do projeto, apresentou os fornecedores homologados, a plataforma Gênesis, que será utilizada pelas escolinhas, além das marcas parceiras: Rushway, English Live e Estácio, do perfil, Direitos e Obrigações do Licenciado. Também foi apresentada uma tabela com a porcentagem que o Licenciado terá direito em caso de uma negociação do jogador.

O projeto engloba jogadores de cinco a 21 anos. O clube arrecadará dinheiro através da taxa de licenciamento, que varia entre as categorias. O Coração Infantil (de cinco a 14 anos), tem valor de R$ 10 mil. O Raiz (de 15 a 21 anos), custa R$ 15 mil, já o Base Forte (de cinco a 21 anos) tem a taxa de licenciamento de R$ 25 mil.

image
Carlos Brazil e Sthael Matolla explicam o projeto (Foto: Carlos Gregório Júnior/Vasco)

Coração Infantil: Treinos, avaliações e uniformes. O Vasco vai sugerir o manual operacional, a capacitação dos profissionais, suporte operacional, o técnico e a metodologia. O atleta terá direito a participar da Copa Vasco e do Vasco Camp. São valores sugeridos.

Raiz: Produto de valor agregado maior com objetivo diferente. Busca oportunizar a educação através do futebol no Brasil e Estados Unidos. Terá uma metodologia americana, com possibilidade de atuar lá. Terá um curso para que o atleta possa atuar nos EUA. No Brasil, dará bolsas na Estácio para os atletas, que podem aumentar com o bom desempenho. Os atletas pagam por treinos e jogos mensais filmados para gerar material. O curso de inglês online está incluso. 

Base Forte: É para todas as categorias e oferece os dois produtos anteriores juntos.

Para todas as informações do projeto, clique aqui.

Comente essa notícia

Videos

Conheça o novo uniforme 1 do Vasco

desenvolvido por: