Em 30/10/2018 às 09h57


Matheus Freitas comenta vitória no Row To Win e novo recorde

Por: Matheus Babo

São Januário, Rio de Janeiro

O remador vascaíno Matheus Freitas, de 22 anos, fez o melhor tempo do ano no último fim de semana nos 1000 metros de remo indoor, no evento Row To Win, realizado em Itajaí, Santa Catarina. Matheus encarou o argentino Francisco Esteras, que já conquistou medalhas nos Jogos Pan-Americanos, foi dez vezes campeão sul-americano, participou de quatro mundiais de remo, além de copas do mundo e venceu, baixando o recorde que já era seu em um décimo, terminando com 2m46s00, enquanto Esteras fez 2m51s03.

image
Matheus Freitas cumprimenta Francisco Esteras após a vitória no Row To Win (Foto: Margareth Santos/Multimídia Assessoria de Imprensa)

- A competição é um evento fantástico. Foram mais de 200 inscritos, foi dentro de um shopping, então teve um público legal e isso é valoriza o esporte. Eu não tava tão confiante para bater o recorde. A meta era ganhar e o recorde era consequência. O Francisco Esteras estava falando tanto que ia vencer e bater o recorde, que eu me senti pressionado. Perguntou qual tempo eu vinha fazendo e isso me ajudou bastante. Foi bem acirrada. Ele desistiu faltando poucos segundos pra acabar, começou a puxar mais fraco, mas eu já estava no calor e a torcida gritando Brasil, me incentivou, eu me empolguei e pensava que que ia dar. Consegui abaixar um pouquinho e fiquei muito feliz - disse Matheus.

Além de Franciso Esteras, os remadores também competiram com outros atletas de todo o país, inscritos no Row To Win, que é o maior evento esportivo de Remo Indoor do Sul do país. Mais de 200 atletas estarão em Itajaí nesse final de semana para as disputas de remo e crossfit. Essa é a etapa final do circuito, que já passou por Palhoça e Balneário Camboriú. 

Remo Indoor:

A modalidade de remo indoor é praticada em máquinas que simulam o remo na água. O desempenho do atleta é apresentado em um telão, com raias e tempos. A atividade é utilizada pelos principais clubes de remo do mundo como critério de avaliação e desempenho na conquista de menores tempos nas disputas. Atletas que integram seleções e disputam mundiais do remo na água, também precisam apresentar bons desempenhos no remo indoor, como critério de seleção.

"No remo és imortal"

image

Comente essa notícia

Videos

Vasco renova com Marrony até 2023

desenvolvido por: