Em 10/03/2018 às 16h43


Vascão supera Madureira e se aproxima da classificação na Taça Rio

Por: Carlos Gregório Júnior

Estádio Moça Bonita, Bangu (RJ)

image
Jogadores vascaínos festejam o gol marcado por Andrés Ríos- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Em seu último compromisso antes da estreia na fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018, o Vasco da Gama fez bonito e conquistou uma importante vitória pelo Campeonato Carioca. Jogando no Estádio de Moça Bonita, em Bangu, o Cruzmaltino derrotou o Madureira por 3 a 1 e assumiu a liderança do Grupo B da Taça Rio, garantindo praticamente um lugar na semifinal do segundo turno.

Construído com gols de Evander, Andrés Ríos e Rildo, o triunfo fez também o Almirante subir na classificação geral do Estadual. Se a Portuguesa não derrotar a Cabofriense amanhã (11), o Vasco precisará apenas de uma vitória sobre o Botafogo para se garantir na fase decisiva do Carioca. Antes dessa partida, entretanto, o Cruzmaltino irá atuar pela Conmebol Libertadores, na terça (13), às 21h30, em São Januário, diante da Universidad de Chile.

O JOGO

image
Lateral Fabrício voltou a ser titular diante do Tricolor Suburbano

Demonstrando organização defensiva e muita vontade, o Madureira dificultou as coisas para o Vasco da Gama no início da partida. O Tricolor Suburbano, inclusive, foi quem primeiro assustou em Moça Bonita, aos nove minutos, através de uma cobrança de falta. O lance serviu para acordar o Gigante da Colina, que passou a colocar a bola no chão e se fazer mais presente no campo de ataque. Aos 12, Paulinho recebeu de Rafael Galhardo e fez um lindo lançamento para Evander. O camisa 10 pegou de primeira e só não balançou as redes devido a uma grande defesa de Jonathan.

Herói nesse lance, o arqueiro do Madureira falhou feio na sequência. Com 15, após Rildo puxar contra-ataque e Andrés Ríos servir Evander, o camisa 1 do Tricolor Suburbano se enrolou com a bola ao tentar defender um forte arremate do armador cruzmaltino e viu a redonda morrer no fundo de sua rede: VASCO 1 x 0. A confiança aumentou após o gol e o Almirante quase ampliou o marcador com Andrey, em dois arremates de longe, logo em seguida. Recuado, o Tricolor Suburbano só voltou a finalizar aos 30, com Luciano Naninho. O chute, entretanto, foi defendido por Gabriel Félix. 

image
Evander se destacou no triunfo do Gigante da Colina em Moça Bonita

Melhor em campo, o Vasco da Gama só conseguiu transformar sua superioridade em gordura no placar aos 32 minutos, quando Ricardo lançou na direção do ataque, Edmário usou a mão para cortar a bola e a arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, Andrés Ríos bateu rasteiro, com força, no canto direito, e ampliou a vantagem: VASCO 2 x 0. Antes da etapa inicial chegar ao fim, o Madureira ficou muito próximo de marcar o primeiro gol. O clube de Conselheiro Galvão só não empurrou a bola para o fundo do barbante devido a uma espetacular defesa de Gabriel Félix.

Ao contrário do que aconteceu na etapa inicial, o segundo tempo começou bastante movimentando, com o Madureira se lançando ao ataque para diminuir ao prejuízo. Aos quatro minutos, Rafinha arriscou de longe e acertou o travessão de Gabriel Félix. Logo depois, aos cinco, Rezende fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Igor Catatau marcar o primeiro do Tricolor: Madureira 1 x 2. O Vasco não se abalou, muito pelo contrário, voltou a demonstrar o futebol do começo do jogo e passou novamente a mandar no jogo.

image
Andrey deixou Rildo em boas condições para anotar o terceiro gol

Quando o cronômetro marcava oito minutos, Evander deixou Paulinho na cara do gol com um passe açucarado. Apesar de estar em boas condições, o camisa 11 acabou chutando por cima. Para a felicidade dos torcedores presentes, entretanto, o Gigante demonstrou eficiência no lance seguinte. Dessa vez, Andrey serviu Rildo e o viu finalizar com perfeição, tirando assim as chances de defesa de Jonathan: VASCO 3 x 1. O Cruzmaltino não diminuiu seu ímpeto. Aos 14, Paulinho chutou com perigo após tabelar com Evander, que também assustou em chute cruzado com 20.

A partida continuou movimentada após o tempo técnico. Aos 28, Rafinha arrematou da intermediária e Gabriel Félix foi no ângulo para evitar o gol. No rebote, João Carlos cabeceou e o goleiro cruzmaltino fez outra intervenção. O Gigante da Colina respondeu quatro minutos depois, com Caio Monteiro. Em sua primeira participação no jogo, o prata da casa limpou a marcação e chutou forte, obrigando Jonathan a operar um milagre em Moça Bonita. Antes do árbitro decretar o final do duelo, Paulinho desperdiçou uma boa chance.

image
Rildo sai para o abraço após fechar o placar- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

FICHA TÉCNICA 
MADUREIRA 1 X 3 VASCO DA GAMA
Campeonato Carioca 2018
Taça Rio- 5ª rodada

Local: Estádio Moça Bonita, Bangu (RJ)
Data: 10/03/2018, sábado
Horário: 15h45
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Jackson Lourenço Massara dos Santos
Gols: Evander (15/1T, Vasco da Gama); Andrés Ríos (33/1T, Vasco); Igor Catatau (05/2T, Madureira); Rildo (09/2T, Vasco).
Cartões amarelos: William e Rafinha (Madureira); Andrés Ríos (Vasco)

MADUREIRA: Jonathan, Henrique, João Carlos, Edmário (Thiago Medeiros) e Ramon (Derek); William, Rezende, Luciano Naninho (Júlio César) e Rafinha; Igor Catatau e João Ferreira. Treinador: Gilberto Coroa.

VASCO DA GAMA: Gabriel Félix, Rafael Galhardo (Luiz Gustavo), Werley, Ricardo e Fabrício; Desábato, Andrey e Evander; Paulinho, Andrés Ríos (Paulo Vitor) e Rildo (Caio Monteiro). Treinador: Zé Ricardo.

Comente essa notícia

Videos

Treino, 11/09/2018

desenvolvido por: