Em 12/02/2018 às 22h13


Retrospecto do Vasco diante de equipes da Bolívia é positivo

Gigante da Colina, entretanto, jamais enfrentou clubes desse país em sua história na Conmebol Libertadores

Por: Carlos Gregório Júnior

São Januário, Rio

O destino colocou uma equipe boliviana na rota do Vasco da Gama na luta por uma vaga na fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018. Bicampeão da América, o Cruzmaltino medirá forças com o Jorge Wilsterman nos dias 14 e 21 de fevereiro. O desafio será uma novidade para o Gigante da Colina, que jamais duelou contra clubes desse país em sua história na hoje mais importante competição do continente.

Considerando a atual edição, o Cruzmaltino acumula nove participações no torneio, com 66 jogos, 28 vitórias, 21 empates e 17 derrotas. Times da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela já estiveram no caminho do Almirante. O único país que disputa a competição e ainda não consta nessa lista é a Bolívia. A partida da próxima quarta-feira (14/02), portanto, será histórica.

image
Juninho Pernambucano em ação contra o Aurora em 2011- Foto: Marcelo Sadio/Vasco.com.br

É importante ressaltar, porém, que os jogos diante do Jorge Wilstermann não serão os primeiros da equipe de São Januário contra clubes bolivianos. O Cruzmaltino já enfrentou 10 vezes times da Bolívia ao longo dessa história, sendo a grande maioria desses confrontos de cárater amistoso. O retrospecto é extremamente favorável ao Gigante da Colina. São seis vitórias, dois empates e apenas duas derrotas.  

O jogo mais importante foi justamente o primeiro, disputado em Santiago, no Chile, e válido pela primeira rodada do Campeonato Sul-Americano de Campeões. Na ocasião, com dois gols de Lelé, o Vasco da Gama venceu por 2 a 1 o Club Deportivo Litoral, na época bicampeão de La Paz, o mais importante torneio de futebol da Bolívia. Foi nesse jogo que começou a caminhada cruzmaltina que terminou com a conquista da América.

O Gigante voltou a enfrentar clubes bolivianos nos anos de 67 e 68. Na ocasião, o Almirante fez duas excursões para a Bolívia e disputou sete amistosos. Uma dessas partidas, inclusive, foi contra o Jorge Wilstermann. O Cruzmaltino teve uma equipe desse país como adversária pela última vez nas oitavas Copa Sul-Americana de 2011. Na ocasião, o clube de São Januário encarou o Aurora, levou a melhor e avançou de fase, com direito uma vitória por 8 a 3 na Colina. A goleada é até hoje a maior da história do Almirante em competições internacionais.

Lista de jogos do Vasco da Gama contra clubes da Bolívia:

14/02/1948- Vasco da Gama 2 x 1 Deportivo Litoral- Chile
08/07/1967- Combinado de Santa Cruz de la Sierra 1 x 2 Vasco da Gama- Bolívia
09/07/1967 - Blooming 1 x 4 Vasco da Gama- Bolívia
04/02/1968 - Destroyers 0 x 1 Vasco da Gama- Bolívia
07/02/1968 - Aurora 1 x 1 Vasco da Gama- Bolívia
11/02/1968 - Bolívar 1 x 2 Vasco da Gama- Bolívia
13/02/1968 - Jorge Wilstermann 3 x 1 Vasco da Gama- Bolívia
18/02/1968 - The Strongest 2 x 2 Vasco da Gama- Bolívia
05/10/2011 - Aurora 3 x 1 Vasco da Gama- Bolívia
26/10/2011 - Vasco da Gama 8 x 3 Aurora- Rio de Janeiro

Comente essa notícia

Videos

Vasco se garante na fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018

desenvolvido por: