Em 13/01/2018 às 10h58


Marcus Alexandre destaca bravura vascaína contra o São Bernardo

Por: Carlos Gregório Júnior

Santo André, SP

O Vasco da Gama segue firme e forte na luta por seus objetivos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. De virada, ao seu maior estilo, o Cruzmaltino bateu o São Bernardo (SP) por 2 a 1 e carimbou o passaporte para a terceira fase da competição. Após a partida, com exclusividade ao Site Oficial, o treinador Marcus Alexandre comentou o feito e destacou a frieza demonstrada por seus comandados ao longo do duelo.

- Foi uma boa vitória. A gente foi surpreendido com um gol logo no início, mas diferente do jogo contra o Espírito Santo, quando também sofremos o primeiro gol, tivemos tranquilidade. Conseguimos empatar no lance seguinte e nos mantivemos calmos para jogar. A defesa esteve insegura no início, mas depois se acertou e com isso dominamos a partida. O segundo tempo foi todo nosso. No final, por estarem perdendo por um gol só, eles foram para o abafa, mas controlamos a pressão e subimos mais um degrau na competição - declarou o treinador.

image
Marcus Alexandre orienta equipe no Baetão- Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Além de precisar superar uma das equipes de melhor rendimento da primeira fase, o Gigante da Colina foi obrigado também a passar por cima de uma outra adversidade. Embora tenha conquistado o primeiro lugar da Chave 26, o Almirante foi obrigado a deixar sua sede para atuar na casa do adversário, o Estádio Baetão, único do torneio que possui gramado sintético. A troca serviu de motivação para os vascaínos.

- Saímos dessa partida mais fortalecidos, em virtude de tudo que aconteceu ao redor dessa partida. Tivemos dificuldades para conhecer o campo e com algumas outras coisas, mas isso só serviu para unir e motivar ainda mais o grupo. Está todo mundo concentrado e focado nessa competição. Subimos mais um degrau, mas é preciso calma, ainda estamos longe do nosso maior objetivo. Sobraram apenas 32 equipes e nós estamos entre elas. Vamos seguir trabalhando um jogo por vez, encarar cada partida com uma final - afirmou o comandante.

Antes de Marcus Alexandre assumir o comando do sub-20, o que ocorreu no início do ano passado, a categoria não sabia o que era passar da segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior desde 2003. Em 2017, o Cruzmaltino chegou até a terceira fase, mas acabou sendo eliminado para o São Carlos (SP). O objetivo dessa vez é ultrapassar essa etapa para seguir vivo na luta pelo título. 

- A gente teve um certo sucesso no ano passado, quebramos um longo tabu, mas acabamos sendo eliminados. Mas naquele momento estávamos iniciando um trabalho. Tenho certeza que agora estamos preparados para dar um passo mais além. Sabemos que não será fácil, pois o Água Santa é uma equipe qualificada. Será mais um jogo difícil, mas se o nosso objetivo é o título, temos que superar todas as barreiras e as dificuldades - concluiu.

Comente essa notícia

Videos

Maxí Lopez em São Januário

desenvolvido por: