Em 24/06/2017 às 19h21


Nos pênaltis, Sub-11 vence Fluminense e se sagra campeão da Copa Dente de Leite

Por: Larissa Ramos

Deodoro, Rio

image
Vascaínos fazem a festa após o apito final em Deodoro- Fotos: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

O dia foi de comemorações para as categorias de base do Vasco da Gama. Após o título da equipe sub-10 no Festbolin, o time cruzmaltino sub-11 levantou a taça da Copa Dente de Leite. O Gigante da Colina empatou com o Fluminense em 1 a 1, mas venceu nas penalidades pelo placar de 2 a 0.

No tempo normal, Rayan Vitor balançou as redes. Nas penalidades, Rayan e Pedro Henrique converteram, mas quem brilhou mesmo foi goleiro Gabriel Caldeira, que pegou três das quatro cobranças batidas pelo rival e garantiu a festa cruzmaltina no Centro de Treinamento Deodoro, na Vila Militar.

O JOGO

image
Matheus Ferreira é marcado de perto por dois tricolores

O Vasco chegou ao ataque com um minuto de partida. Após cruzamento, Kauã Velon cabeceou para fora. Aos onze, o Cruzmaltino criou mais uma chance clara de gol. A bola alçada na área passou por toda a defesa do Fluminense e chegou nos pés de Guilherme Esteves, que acabou chutando para fora.

Logo em seguida, Paulo Roberto recebeu a bola de frente para o gol e arriscou o chute para a defesa do goleiro. O Gigante da Colina atacava e a equipe do Tricolor das Laranjeiras apenas se defendia. Mas, aos 14, o rival teve chance dentro da grande área e desperdiçou. 

A etapa complementar começou como a primeira: o Vasco no campo de ataque. Com seis minutos, Rayan Vitor cobrou falta para a defesa do goleiro. Dois minutos depois, o atacante vascaíno teve nova oportunidade. O camisa 11 carregou a bola e chutou nas mãos do arqueiro adversário. 

image
Rayan Vitor (c) comemora o gol vascaíno no tempo normal

Quando o cronômetro marcava 15 minutos, os Meninos da Colina abriram o placar. Após bola enfiada, Rayan Vitor tocou na saída do goleiro: VASCO 1 x 0. Cinco minutos depois, o Fluminense, que havia chegado poucas vezes, empatou após cruzamento e cabeçada para o fundo da rede: Fluminense 1 x 1 Vasco.

Antes do árbitro apitar o final de partida, o rival ainda teve um pênalti marcado a seu favor, mas desperdiçou. Com o resultado nos 40 minutos, a final foi decidida nos pênaltis. Em tarde inspirada, Gabriel defendeu três das quatro cobranças do Fluminense e, com duas convertidas por Rayan e Paulo Roberto, o Vasco se sagrou campeão.

Escalação do Vasco: Gabriel Caldeira, Pedro Henrique, Wanyson, Anderson, Guilherme Esteves; Estevan Riquelme, Matheus Ferreira, Miguel Abreu (Matheus Job), Kauã Velon (Lucas Louback); Paulo Roberto e Rayan Vitor. Treinador: Eduardo Júnior.


image
Gabriel Caldeira foi o herói nas cobranças de pênalti- Fotos: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Comente essa notícia

Videos

Conheça o novo uniforme 1 do Vasco

desenvolvido por: