C. R. Vasco da Gama

Escudo - Vasco da Gama

Notícias

Brasileirão 2011

Na raça, Vasco vence o Fluminense no final e segue na briga

Com gol de Bernardo nos acréscimos, Vascão deixa a decisão para a última rodada

27/11/2011 - 19h36

Clique na foto para ampliar

O Gigante da Colina, na raça, na vibração, com o coração na ponta da chuteira venceu o Fluminense, neste domingo (27) no Engenhão, por 2 a 1 nos acréscimos com gol de Bernardo. Com o resultado, mesmo com a vitória do Corinthians diante do Figueirense, o Vascão segue com chances de alcançar o rival. O primeiro gol vascaíno foi marcado por Alecsandro. Diego Souza ainda teve um gol mal anulado logo no primeiro minuto de jogo.

Os jogadores receberam nova visita do seu comandante Ricardo Gomes na noite deste sábado. O treinador jantou com o elenco. Antes do Grande Prêmio de Fórmula-1 do Brasil, Nelson Piquet foi homenageado em Interlagos, São Paulo, ao guiar pela pista a Brabham-Ford, carro do seu primeiro título mundial de F-1 que completou 30 anos este ano. Em meio a uma volta, o vascaíno tirou uma bandeira do Vascão, desfilando com ela no autódromo em São Paulo.
 

O jogo

Vasco vai bem, mas não sai do empate no 1º tempo

O Vascão entrou com força máxima para a partida decisiva diante do rival Fluminense. Diego Souza retornou aos titulares após cumprir suspensão contra o Universidad de Chile pela Sul-Americana. O Fluminense conseguiu repetir uma equipe em dois jogos.

O Trem-Bala começou à toda velocidade, como o vascaíno Nelson Piquet fazia na sua época de corredor de Formula-1, abrindo o placar logo no primeiro minutos. Juninho Pernambucano fez um lançamento espetacular para Diego Souza, em posição legal, fazer o gol, mas o bandeirinha, erroneamente, marcou impedimento.

O Gigante da Colina continuou com com muita garra fazendo uma marcação forte no meio de campo, com lances de muita raça. O Fluminense, por sua vez, não saia do seu campo defensivo e cometia faltas para evitar as investidas cruzmaltinas. Juninho Pernambucano cometeu falta e recebeu cartão amarelo. Como foi o terceiro do Reizinho, ele estará suspenso para a última rodada contra o Flamengo.

Diego Souza faz bela jogada individual pela esquerda, porém na hora de tocar colocou muito por cima. Aos 15 minutos, Juninho cruzou para a área da intermediária e a bola foi na cabeça de Elton, mas o atacante pegou mal e finalizou para fora.

O camisa dez da Colina estava impossível. Felipe cobrou escanteio que foi escorado para Diego Souza tentar uma bicicleta, contudo a bola bateu na zaga e ficou com o goleiro Diego Cavalieri. No lance, o jogador do Vasco cortou a boca.

Poucos minutos depois, o Cruz-Maltino armou um contra-ataque com o Maestro, que tocou para Elton, mas o atacante se atrapalhou com a bola e perdeu o ângulo para o chute. Na sua primeira oportunidade, Fred conseguiu girar sobre a marcação e chutar, a bola desviou em Dedé, enganado Fernando Prass, porém  ela bateu na trave.

Aos 31 minutos, a melhor oportunidade da etapa. Juninho cobra escanteio, Rômulo cabeceia e Diego Cavalieri faz uma grande defesa. A bola sobre para Elton, com o goleiro rendido de frente para o gol, mas acaba finalizando na trave.

O Tram-Bala da Colina seguiu no campo de ataque, com mais posse de bola. Felipe buscava orquestrar as jogadas vascaínas. O meia deu uma lindo passe de trivela para Diego Souza matar no peito, mas a zaga conseguiu afastar.
 

Na superação, Vascão vence com gol de Bernardo

Para o segundo, o técnico interino cruzmaltino, Cristóvão, colocou em campo Bernardo no lugar de Elton. O meia Diego Souza recebeu cinco pontos na boca durante o intervalo devido ao lance da primeira etapa em que se contundiu.

Após levar uma pressão do Fluminense, o Vascão voltou a mandar no jogo. O Maestro Felipe deu passe açucarado para Diego Souza, mas o zagueiro deu um carrinho providencial para ficar com a bola. Minutos depois, o camisa dez recebeu passe, em impendimento, tocar bonito por cima do goleiro. Por isso, o jogador recebeu cartão amarelo.

O jogo ficou preso no meio de campo, com as duas equipes alternando a posse de bola e cometendo muitas faltas. Aos 21 minutos, o Fluminense cobrou falta rápida e Marquinho foi lançado na cara da Muralha, mas o jogador errou o gol.

Sentindo o cansaço de jogar duas competições ao mesmo tempo, o rendimento cruzmaltino caiu bastante. Com isso, saíram os ídolos Juninho Pernambucano e Felipe para as entradas de Fellipe Bastos e Alecsandro para dar mais movimentação.

Aos 32 minutos, quando o Fluminense estava melhor em campo, o Vascão desencantou! Fellipe Bastos cobrou escanteio, Rômulo ajeitou para Alecsandro, de cabeça, colocar no fundo da rede. Quatro minutos depois, Diego Souza faz grande jogada pela esquerda, chuta cruzado para a defesa de Diego Cavalieri. No rebote, Alecsandro finalizou em cima da marcação.

O Fluminense fez duas substituições: Lanzini e Rafael Moura entraram no lugar de Diguinho e Rafael Sobis. Com as alterações passou a pressionar muito, mas esbarrava em Fernando Prass, que salvou o time em três oportunidades. Aos 38 minutos, Fred recebeu passe dentro da área para empatar o jogo.

Com muita superação, os jogadores conseguiram o empate aos 45 minutos, em um contra-ataque rápido. Alecsandro cruzou para Bernado cabecear e pegar o seu próprio rebote e fazer o Engenhão explodir, como Roberto Dinamite fazia o Maracanã no passado. Pareceu o nosso Caldeirão fervendo de felicidade!

E assim terminou o jogo. O Vascão continua na briga pelo título e foi comemorar com a sua torcida. Bernardo chorou diante dela, que é bem feliz Norte-Sul deste país.

Próximos jogos

O Vascão vai ao Chile enfrentar o Universidad de Chile pela partida da volta da semifinal da Copa Sul-Americana está marcado para esta quarta-feira (30/11), às 21h 50. O estádio onde vai ocorrer o jogo ainda não foi definido. Pela última rodada do Brasileirão, enfrentará o rival Flamengo, neste domingo (4), às 17h. Ainda não se sabe onde ocorrerá o jogo.


FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 2 VASCO

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28/9/2011
Hora: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)
Cartões amarelos: Leandro Euzébio, Fred, Marquinho, Deco (FLU); Juninho, Renato Silva, Diego Souza, Jumar, Allan, Felipe (VAS)
Cartês vermelhos: Leandro (VAS)
Gols: Alecsandro, 32'/2ºT (0-1); Fred, 38'/2ºT (1-1); Bernardo, 45'/2ºT (1-2)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Elivélton, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diguinho (Lanzini, 34'/2ºT), Marquinho (Martinuccio, 44'/2ºT) e Deco; Rafael Sobis (Rafael Moura, 34'/2ºT) e Fred . Técnico: Abel Braga.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Renato Silva e Jumar; Rômulo, Allan, Juninho (Fellipe Bastos, 21'/2ºT)  e Felipe (Alecsandro, 25'/2ºT) ; Diego Souza e Elton (Bernardo, intervalo). Técnico: Cristovão Borges (interino).

Outras Notícias