C. R. Vasco da Gama

Escudo - Vasco da Gama

Notícias

Vasco perde para o Nova Iguaçu no estádio Raulino de Oliveira

20/03/2013 - 23h50

Em jogo válido pela segunda rodada da Taça Rio 2013, o Gigante foi ao estádio Raulino de Oliveira, nesta quarta-feira (20/03), e enfrentou a equipe do Nova Iguaçu, às 22h. Em campo, o Cruzmaltino pressionou, mas foi derrotado por 2 a 0. Com o resultado, o Vascão caiu para a última colocação, com zero pontos. Agora, o Gigante da Colina volta a campo na próxima quarta-feira (27), quando enfrentará a equipe do Olaria, em Moça Bonita, às 16h, pela terceira rodada da Taça Rio 2013.

O Jogo

Vasco pressiona, mas Nova Iguaçu abre o placar

O Vasco partiu para cima do Nova Iguaçu, em busca da primeira vitória na Taça Rio. Logo aos três minutos, Carlos Alberto passou por dois marcadores, mas, ao invadir a área, foi desarmado. Aos oito, Eder Luis recebeu belo lançamento de Dakson, dividiu com o goleiro, mas viu a zaga adversária afastar o perigo. Quase o primeiro gol do Gigante.

 

Aos 11, um lance muito parecido com o anterior. Dakson deu novo lançamento para Eder Luis, que tentou um toque por cobertura, mas a bola saiu em tiro de meta. Dois minutos depois, o primeiro ataque perigoso do Nova Iguaçu. Na primeira chance, Tiago chutou forte e André Ribeira afastou de cabeça. No rebote, a bola voltou para Tiago, que cabeceou no canto para a ótima defesa do goleiro Alessandro.

 

Aos 16, foi a vez de Eder Luis deixar Dakson na cara do gol, mas Marcelinho afastou o perigo em cima da hora. Aos 22, Wendel recebeu na esquerda e cruzou na área, Romário subiu para cabecear, mas a zaga mandou para escanteio. Na cobrança de Dakson, Romário cabeceou forte no canto, mas a bola passou raspando a trave e saiu. Em seguida, Eder Luis recebeu de Nei pela direita e cruzou. Romário dominou, girou sobre a marcação, mas, na hora de chutar para o gol, foi travado.

 

O jogo ficou um pouco concentrado no meio, com algumas chances para ambas as equipes, mas sem perigo. Aos 36, Wendel avançou pela esquerda e cruzou. No meio do caminho, a bola desviou na zaga e quase enganou o goleiro Jefferson, que conseguiu defender. Na sequência, o Nova Iguaçu chegou com Tiago, que chutou forte na entrada da área, mas André Ribeiro bloqueou o chute.

 

Aos 42, após boa jogada individual de Glauber, que ainda conseguiu cruzar a bola, Léo Salino pegou de primeira na entrada da área e abriu o placar para o Nova Iguaçu. Sem acréscimos, o árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro encerrou a primeira etapa, onde o Vasco jogou bem, pressionou, mas viu o Nova Iguaçu abrir o placar.

 

Vasco tenta, mas Léo Salino amplia

Com duas mudanças, o Vascão foi com tudo em busca da vitória. Aos dois minutos, Bernardo roubou a bola no campo de defesa, arrancou para o ataque e chegou até a área do Nova Iguaçu, mas, na hora de cruzar, foi travado e a bola saiu em escanteio. Na cobrança, André Ribeiro cabeceou forte para o gol, mas a bola bateu nitidamente no braço do zagueiro Silvio, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

 

Aos sete, Felipe lançou Glauber na esquerda, que cortou para o meio da área e bateu cruzado, mas Renato Silva afastou o perigo. No minuto seguinte, Elsinho fez uma linda jogada individual, invadiu a área e tentou o passe para o Carlos Alberto, mas a marcação chegou e conseguiu cortar. Aos dez, Bernardo levantou a bola para Wendel, que deu uma linda bicicleta, mas a bola subiu demais e saiu em tiro de meta.

 

Aos 19, Dakson recebeu bom passe, avançou pela direita e cruzou. A bola desviou na zaga, mas ficou fácil para o goleiro Jefferson. Aos 24, Bernardo bateu falta direta para o gol, mas Jefferson caiu no canto direito para fazer a defesa. Aos 30, Bernardo cobrou escanteio muito fechado, a bola tocou na cabeça do zagueiro Leonardo e saiu em novo escanteio. Quase o empate do Vasco.

 

Aos 35, após contra-ataque rápido, Mossoró recebeu bom lançamento, mas quando foi dominar, Alessandro saiu do gol e afastou o perigo. Na sequência, Carlos Alberto arriscou de longe, mas Jefferson defendeu. Aos 41, Léo Salino recebeu na entrada da área, dominou e bateu forte para o gol, sem chances para o goleiro Alessandro, ampliando para o Nova Iguaçu.

 

No minuto seguinte, Elsinho fez boa jogada pela direita e cruzou para Bernardo, que dividiu com a zaga e deixou a bola para Carlos Alberto. O camisa 10 do Gigante tentou tirar do goleiro, mas a bola saiu em tiro de meta. O Vasco ensaiou uma pressão final, mas parou na forte marcação do Nova Iguaçu e, aos 48, o árbitro encerrou a partida.

 

Próximo jogo

Agora, o Gigante da Colina volta a campo na próxima quarta-feira (27), quando enfrentará a equipe do Olaria, em Moça Bonita, às 16h, pela terceira rodada da Taça Rio 2013.

 

Ficha Técnica
NOVA IGUAÇU 2 X 0 VASCO

 

Local: Raulino de Oliveira, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 20/03/2013 – 22h (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Auxiliares: André Roberto Smith Silveira e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha
Cartões amarelos: Silvio, Marcelinho, Maycon, Sylvestre, Léo Salino e Leonardo (NOVA IGUAÇU); Romário (VASCO)
Gols: Léo Salino, 42/1ºT (1-0); Léo Salino, 41/2ºT (2-0);

 

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Marcelinho, Leonardo, Silvio e Ualace; Filipe, Leo Salino, Rodrigo Souza (Luãn, 38/2ºT) e Tiago Corrêa; Maycon (Sylvestre, 22/2ºT) e Glauber (Mossoró, 30/2ºT). Técnico: Leonardo Condé.

 

VASCO: Alessandro; Nei (Elsinho, intervalo), André Ribeiro, Renato Silva e Wendel; Pedro Ken (Marlone, 29/2ºT), Sandro Silva, Dakson e Carlos Alberto; Romário e Eder Luis (Bernardo, intervalo). Técnico: Gaúcho.

Outras Notícias