C. R. Vasco da Gama

Escudo - Vasco da Gama

Notícias

Vasco sofre gol no fim e perde para o Botafogo

10/03/2013 - 18h05

Vasco e Botafogo comemoram 90 anos do clássico em 2013, e nada melhor do que comemorar esta data com uma final de Taça Guanabara. Na história do confronto, as duas equipes já se enfrentaram 317 vezes, com 137 vitórias do Gigante, 95 empates e 85 derrotas. Além disso, o Vascão detém a maior série invicta, 19 jogos sem derrota, entre 1976 e 1981, e de vitórias sobre o rival, entre 1992 e 1993, com seis vitórias seguidas.

Neste domingo (10/03), mais uma final foi decidida. Às 16h, no estádio do Engenhão, as duas equipes entraram em campo para o jogo de número 318 da história do confronto. Em campo, o Cruzmaltino jogou bem, mas foi derrotado por 1 a 0. Agora, o Gigante da Colina volta a campo no próximo domingo (17), quando enfrentará a equipe do Volta Redonda, em São Januário, às 16h, pela primeira rodada da Taça Rio 2013.

O Jogo
Vasco e Botafogo não saem do zero

O Vascão começou a grande final partindo para cima. Logo aos três, Dedé tentou lançamento para Éder Luis, mas o zagueiro Dória afastou. No minuto seguinte, Lodeiro foi ao ataque, mas Dedé chegou e desarmou. Aos seis, Thiago Feltri fez boa jogada e cruzou, mas Marcelo Mattos fez o corte. Em seguida, Nei lançou Éder Luis, que dominou e cruzou, Carlos Alberto apareceu na pequena área e bateu forte, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

 Aos 15, em cobrança de falta, Lodeiro bateu forte para a ótima defesa do goleiro Alessandro. Aos 19, Rafael Marques tentou tocar para Seedorf, mas Dedé afastou o perigo. Aos 26, Fellype Gabriel tentou avançar pela direita, mas Renato Silva desarmou. Aos 32, Carlos Alberto tentou armar o ataque vascaíno, mas foi derrubado por Marcelo Mattos. O árbitro não marcou a falta e mandou o jogo seguir.

Aos 39, Lodeiro cobrou falta direta para o gol, mas Alessandro estava atento e praticou bela defesa, mandando a bola para escanteio. Aos 46, Seedorf bateu para o gol, mas a bola saiu fraca e Alessandro fez uma fácil defesa. Logo em seguida, com um minuto de acréscimo, o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães encerrou a primeira etapa.

Após um primeiro tempo onde prevaleceu o alto número de desarmes, já que nenhuma das duas equipes quis arriscar muito, o Vasco procurou jogar no erro do Botafogo, que foi mais ao ataque, mas parou no paredão Alessandro. O empate parcial garante o título do Vascão na Taça Guanabara.

Vasco tenta segurar o empate, mas Lucas abre o placar

Precisando de um gol para ser campeão, o Botafogo começou a segunda etapa indo ao ataque, mas a zaga do Vascão continuou desarmando sem muita dificuldade. Aos cinco, Seedorf cobrou falta na cabeça do zagueiro Bolívar, que cabeceou firme para o gol, mas Alessandro fez uma ótima defesa. O árbitro já havia marcado uma falta do ataque botafoguense no lance.

Em seguida, Carlos Alberto fez boa jogada individual, mas acabou caindo após dividida. O árbitro mandou o lance seguir. Aos sete, Carlos Alberto recebeu lindo passe de Nei, mas a zaga do Botafogo conseguiu o desarme. Aos 11, Pedro Ken passou pela marcação, mas acabou adiantando demais a bola, ficando fácil para a defesa do goleiro Jefferson.

Aos 13, Lodeiro arriscou de fora da área, para a defesa do goleiro Alessandro. Cinco minutos depois, Rafael Marques cruzou, mas Alessandro se antecipou, saiu do gol e ficou com a bola. Aos 26, um ótimo contra-ataque armado por Bernardo, que lançou Carlos Alberto. O camisa 10 do Gigante passou pela marcação e devolveu para Bernardo, mas o árbitro marcou impedimento.

Aos 30, Éder Luis cruzou na medida para Carlos Alberto, que pegou de voleio, mas Jefferson fez uma ótima defesa, salvando o Botafogo. No minuto seguinte, Bruno Mendes invadiu a área, mas Renato Silva fez o corte. Aos 35, Lucas chegou batendo forte após passe de Bolívar, abrindo o placar para o Botafogo. Aos 38, após cobrança de falta de Fellipe Bastos, Renato Silva empatou a partida, mas o árbitro marcou impedimento, anulando o gol do Vasco.

Após o gol, o Vasco partiu com tudo para cima, mas a equipe do Botafogo se fechou. No último lance da partida, Jefferson fez ótima defesa, após cobrança de falta de Fellipe Bastos e, aos 50 minutos, o árbitro encerrou a partida.

Próximo jogo

Agora, o Gigante da Colina volta a campo no próximo domingo (17), quando enfrentará a equipe do Volta Redonda, em São Januário, às 16h, pela primeira rodada da Taça Rio 2013.

Ficha Técnica
VASCO 0 X 1 BOTAFOGO

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 10/03/2013 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Auxiliares: Luiz Antonio Muniz de Oliveira e Michael Correia
Cartões amarelos: Wendel, Thiago Feltri, Éder Luis, Abuda, Carlos Alberto, Dedé (VASCO); Marcelo Mattos, Seedorf (BOTAFOGO);
Gols: Lucas, 35/2ºT (0-1);

VASCO: Alessandro, Nei, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri (Fellipe Bastos, 28/2ºT); Abuda, Wendel (Dakson, 38/2ºT), Pedro Ken e Carlos Alberto; Bernardo (Romário, 38/2ºT) e Eder Luis. Técnico: Gaúcho.

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Vitinho, intervalo), Gabriel, Fellype Gabriel, Seedorf e Lodeiro; Rafael Marques (Bruno Mendes, 21/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Outras Notícias