C. R. Vasco da Gama

Escudo - Vasco da Gama

Notícias

Brasileirão 2011

Vasco perde para o Santos por 2 a 0, mas segue na briga

06/11/2011 - 19h24

Neste domingo (6), em um jogo atípico, o Vascão perdeu para o Santos por 2 a 0, na Vila Belmiro. Os gols foram marcados por Neymar, logo aos três minutos do primeiro tempo, e Borges, no decorrer da segunda etapa, que deu números finais à partida

Mesmo com o resultado, o Gigante da Colina segue firme na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro, pois o Corinthians perdeu por 2 a 1 para o América-MG, último colocado, em Uberlândia, Minas Gerais. Com isso, os times continuam empatados com 58 pontos.

O jogo

Gol santista no começo atrapalha

O Vasco entrou em campo com desfalques importantes, além de Eduardo Costa e Jumar no departamento médico. O volante Rômulo, suspenso, e o meia Felipe, que vem atuando de lateral-esquerdo, está lesionado. Seus substitutos foram respectivamente Nilton e Julinho. O Reizinho, que era dúvida por ter saído contundido na partida contra o São Paulo na semana passada, recuperou-se  há tempo e foi escalado como titular.

O Santos teve a volta do meia Paulo Henrique Ganso, afastado há 63 dias, e do artilheiro Borges, enquanto Léo desfalcou o time. O técnico Muricy Ramalho retornou ao banco de reservas após três jogos fora devido à problemas médicos.

Os donos da casa abriram o placar aos três minutos de jogo em uma falta lateral cobrada pelo atacante Neymar. O Gigante da Colina, que vinha bem com troca de passes rápidos no meio de campo, respondeu logo em seguida. Juninho cobrou uma falta lateral para dentro da área e Nilton cabeceou forte para a defesa de Rafael.

Aos 12 minutos, o Cruz-Maltino voltou a assustar em dois escanteios seguidos cobrados pelo Reizinho. No primeiro, Elton se antecipou a marcação e cabeceou forte para uma grande defesa do goleiro santista. Na segunda oportunidade, houve o desviou para dentro da pequena área e o camisa 39 mandou por cima do gol de cabeça.

Recuperado do gol sofrido logo no início, o Vascão passou a controlar o meio de campo. O time,  porém, tinha dificuldades de chegar com força à meta adversária. Aos 23 minutos, um lance polêmico. Fagner faz boa jogada e cruza na cabeça de Diego Souza. O camisa dez da Colina subiu mais que o zagueiro do Santos e empatou o placar, mas o juiz André Luiz de Freitas Castro anula o tento ao marcar falta muito duvidosa do meia em Edu Dracena.

Com as duas equipes errado muitos passes no meio de campo, alternando a posse de bola, o jogo ficou travado até Diego Souza sofrer falta na intermediária santista. Juninho Pernambucano foi para cobrança e bateu direto para o gol. A bola passou com muito perigo à direita de Rafael. Era o Vascão buscando o gol de empate.

O Santos só voltou a levar perigo aos 37 minutos em uma cabeçada de Bruno Rodrigo, que subiu sozinho, após falta cobrada por Neymar. Após essa jogada, o jogo voltou a ficar em um perde e ganha no meio de campo com os dois times sem conseguir criar lances de perigo. A partida ainda ficou parado por cerca de dois minutos para o goleiro Rafael ser atendido.

Elton, na última oportunidade do primeiro tempo, recebeu um cruzamento de Juninho Pernambucano, da intermediária, e da linha da grande área cabeceou no canto esquerdo do gol santista, mas o goleiro caiu bem e conseguiu fazer a defesa.

O Vascão atuou bem na primeira etapa com 55% da posse de bola e seis finalizações contra quatro santistas. O gol logo no início do confronto, todavia, atrapalhou o esquema tático de Cristovão, mesmo a equipe não sentindo tanto o placar negativo na Vila Belmiro e até empatando o jogo com Diego Souza, mas o gol foi anulado pelo árbitro em uma falta duvidosa.

 

 Vascão pressiona, mas Santos aproveita contra-ataque mortal

Logo na primeira jogada do segundo tempo, o Vascão mostrou que retornou do vestiário com tudo. Fagner recebeu passe açucarado de Fellipe Bastos pela direita, cruzou para dentro da área e a bola bateu no braço de Durval, do Santos. Os jogadores vascaínos reclamaram de pênalti.

Aos oito minutos, Neymar puxou um contra-ataque rápido para o Santos e de frente com a Muralha vascaína, o driblou, mas Prass fecho bem o lance e o atacante teve que tocar para Borges. O camisa nove santista chuta em cima de Renato Silva e a bola fica com o Vascão.

O Gigante da Colina buscou responder com um chute da intermediária de Fellipe Bastos, porém o camisa 21 pegou muito mal na bola e ela passou muito acima da meta defendida por Rafael. O Santos quase fez seu segundo gol depois de grande jogada individual de Neymar, que ajeitou para Ganso chutar para fora.

Aos 21 minutos, Bernardo faz boa jogada e sofre falta na entrada da área. O Reizinho foi para a cobrança e a bola passou rente ao ângulo esquerdo do goleiro, que ficou rezando para a ela não entrar.

O Vascão ficava no ataque rondando a área santista, mas sem conseguir finalizar devido a forte marcação santista, que buscava um contra-ataque. E ele veio aos 28 minutos quando Neymar arrancou pelo meio e tocou para Borges marcar um belo gol, em um chute de longe.

Mesmo com o golpe, os jogadores cruzmaltinos seguiram em busca de um resultado positivo. Diego Souza ajeitou para o lateral-direito Fagner chegar batendo, mas a bola passa longe do gol. Poucos minutos depois o camisa dez da Colina recebeu passe dentro da área, girou e chutou no centro da meta, onde estava o goleiro.

O jogo voltou a ser morno com os dois times sem conseguir levar perigo aos goleiros e alternando a posse de bola no meio de campo até o apito final.

 

Próximos jogos

O Vascão recebe o Universitario em São Januário pela partida da volta das quartas de final da Copa Sul-Americana nesta quarta-feira (09/11), às 21h 50. Com o resultado do primeiro jogo de 2 a 0 para a equipe peruana, o Cruz-Maltino vai precisar vencer por mais de dois gols de diferença para a classificação direta. Dois a zero vai para pênaltis. Pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vascão terá pela frente o clássico diante do Botafogo, no próximo domingo (13/11), às 19 horas.

 

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 VASCO

Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data: 06 de novembro de 2011, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Público: 12.305 pagantes
Renda: R$ 215.260,00
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO – Asp FIFA)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva(GO) e Cristhians Passos Sorence (GO)
Gols: Neymar, 3'/2ºT (1-0); Borges, 28'2ºT (2-0)

SANTOS: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Adriano, Arouca, Henrique e Ganso; Neymar e Borges (Allan Kardec, 35'/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Renato Silva e Julinho (Diego Rosa, 26'/2ºT); Nilton, Fellipe Bastos, Juninho Perna,bucano e Diego Souza; Eder Luis (Leandro, 15'/2ºT)  e Elton (Bernardo, 15'/2º T). Técnico: Cristovão Borges (interino).

Outras Notícias