C. R. Vasco da Gama

Escudo - Vasco da Gama

Notícias

Vasco estreia bem e vence o Boavista por 3 a 0

19/01/2013 - 21h24

Após vencer o Ajax-HOL, na despedida do ídolo Pedrinho, o Vasco encarou a equipe do Boavista, neste sábado (19), às 19h30, no estádio Raulino de Oliveira, pela estreia da Taça Guanabara 2013. Em campo, ainda sem força máxima, o Cruzmaltino se impôs e venceu por 3 a 0. Com o resultado o Vascão assumiu a liderança do grupo A, com 3 pontos. Agora, o Gigante volta a campo na próxima quarta-feira (23), quando enfrentará a equipe do Macaé, em São Januário, às 22h, pela segunda rodada da Taça Guanabara.

O jogo
Vasco joga bem e domina o Boavista

Para estrear com o pé direito, o Vasco partiu para o ataque. Com menos de um minuto, Carlos Alberto fez boa jogada e lançou Jhon Cley, mas o passe saiu muito longo. Em resposta, o Boavista atacou com Somália, mas Dedé foi perfeito no desarme e acabou sofrendo falta do atacante. Aos cinco, Bernardo ajeitou de calcanhar e Jhon Clay arriscou de fora da área, sem perigo.

Três minutos depois, Jhon Cley deu belo passe para Eder Luis, que bateu cruzado, mas a bola acabou saindo em tiro de meta, passando muito perto da trave. Aos 10, Túlio Souza cruzou para a área do Vasco, mas Dedé, de novo, fez o desarme. Aos 16, de tanto insistir, Carlos Alberto abriu o placar para o Gigante. Após receber bom passe do estreante Pedro Ken, o meia vascaíno deixou o marcador no chão antes de finalizar.

Aos 23, após um minuto de parada técnica, Abusa cruzou rasteiro para Eder Luis, que dominou, mas foi travado na hora de bater. Aos 27, após novo cruzamento de Abuda, Eder Luis se antecipou e cabeceou forte para ampliar o placar. Quatro minutos depois, Paulo Rodrigues cruzou, mas Douglas afastou o perigo. Aos 32, o Vasco continuou pressionando. Bernardo recebeu na entrada da área e finalizou, mas a bola passou à esquerda do goleiro Vinicius.

Aos 38, Bernardo arriscou novamente de fora da área, mas a bola não levou perigo ao Boavista. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio de Tony, Alessandro saiu do gol e praticou a defesa. Aos 44, Tony recebeu lançamento, mas antes de conseguir dominar, foi desarmado por Dedé. Um minuto depois, sem acréscimos, o árbitro carioca, Rodrigo Nunes de Sá, encerrou o primeiro tempo.

O Vasco começou arrasador. Com dois gols em menos de 30 minutos, o Gigante dominou amplamente a partida, pressionando durante toda a primeira etapa. Já o Boavista, quando conseguia atacar, parou na ótima atuação da dupla de zaga do Cruzmaltino, Dedé e Douglas.

Gigante mantém ritmo e amplia

Sem nenhuma substituição, o Vasco voltou com a mesma postura para a etapa final. E, logo com um minuto, já levou perigo com Carlos Alberto, após boa troca de passes com Wendel, mas a zaga adversária afastou. Aos três, Tony tentou cruzar duas vezes. Na primeira, Wendel afastou o perigo e, na segunda, Alessandro praticou fácil defesa.

Aos nove, Leandro Chavez cruzou para a área do Vasco, mas a bola foi desviada e Alessandro fez a defesa. Aos 14, após novo cruzamento de Leandro Chavez, desta vez em cobrança de falta, Dedé conseguiu afastar. Em resposta, no minuto seguinte, Fillipe Souto lançou Carlos Alberto, mas o camisa 10 foi flagrado em impedimento.

Aos 19, Tony cruzou na cabeça de Jorge Fellipe, que cabeceou para fora, levando perigo ao gol do Vascão. Aos 24, Somália recebeu ótimo lançamento, dominou com o braço e quase marcou o gol, mas o árbitro já havia marcado a infração do atacante do Boavista. Três minutos depois, Wendel cruzou, Eder Luis ajeitou de calcanhar e Bernardo chegou batendo de primeira, ampliando para o Gigante.

Aos 37, Everton Silva arriscou de longe, mas não levou perigo para o goleiro Alessandro. No minuto seguinte, Thiaguinho roubou a bola no meio e tocou para Gilcimar, que foi desarmado por Dedé. No final do jogo, a equipe do Boavista tentou diminuir a diferença, mas o goleiro Alessandro fechou o gol. E, após dois minutos de acréscimos, aos 47, o árbitro encerrou a partida.

No segundo tempo, o Vasco manteve o ritmo forte da primeira etapa e conseguiu ampliar o placar. Com a vitória, o Vasco foi a 3 pontos e assumiu a liderança provisória do Grupo A, que também conta com Botafogo, Friburguense, Madureira, Nova Iguaçu, Olaria, Quissamã e Volta Redonda.

Próximo Jogo

O Vasco, agora, volta a campo na próxima quarta-feira (23), quando enfrentará a equipe do Macaé, em São Januário, às 22h, pela segunda rodada da Taça Guanabara.

Ficha Técnica
BOAVISTA 0 X 3 VASCO

Local: Raulino de Oliveira, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 19/01/2013 – 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Cartões amarelos: Túlio Souza, Everton Silva (BOAVISTA); Carlos Alberto (VASCO)
Gols: Carlos Alberto, 16/1ºT (0-1); Eder Luis, 27/1ºT (0-2); Bernardo, 27/2ºT (0-3);

BOAVISTA: Vinicius, Everton Silva, Gustavo, Jorge Felipe e Paulo Rodrigues; Túlio Souza (André Luis, 15/2ºT), Júlio Cesar, Tony e Leandro Chaves (Thiaguinho, 24/2ºT); Erick Flores e Somália (Gilcimar, 28/2ºT). Técnico: Lucho Nizzo.

VASCO: Alessandro, Abuda, Dedé, Douglas e Wendel; Fillipe Soutto, Pedro Ken, Jhon Cley e Bernardo (Marlone, 40/2ºT); Carlos Alberto (Dakson, 30/2ºT) e Eder Luis (Thiaguinho, 40/2ºT). Técnico: Gaúcho.

Outras Notícias