C. R. Vasco da Gama

Escudo - Vasco da Gama

Notícias

Vasco joga melhor, mas fica no empate com o São Paulo

Vascão pressiona, mas esbarra na boa atuação do goleiro e fica no empate em São Januário

30/10/2011 - 18h37

Mesmo com a pressão, o gol não saiu

O Gigante da Colina tropeçou diante do São Paulo ao não sair do 0 a 0, neste domingo (30), em São Januário. Como o Corinthians venceu o Avaí, no Pacaembu, o Trem-bala perdeu a liderança do Brasileirão, apesar de ter os mesmos 58 pontos, mas segue firme na busca pelo título brasileiro.

Como Rogério Ceni não pode atuar pelo Tricolor, Fernando Prass se tornou o jogador com mais jogos seguidos no Brasil, 124 jogos, faltando dez para passar Ceni, segundo na história e a 37 do líder Wladimir, que fez o feito pelo Corinthians.

O jogo

O Vascão não pode contar com o Fagner e Diego Souza suspensos. Com isso, Allan foi deslocado para a lateral-direita, posição que foi muito bem durante a campanha da Copa do Brasil e Fellipe Bastos foi o substituto do camisa 10 cruzmaltino. Felipe, mais uma vez, atuou como lateral com Jumar cobrindo suas subidas ao ataque. O São Paulo, por sua vez, não contou com Rogério Ceni, Henrique Miranda, Bruno Uvini e Casemiro, além da dupla de ataque Dagoberto e Luis Fabiano.

Com o São Paulo com muitos jogadores no meio de campo, esperando por contra-ataques velozes com Lucas e Marlos, o Vasco teve problemas para armar as jogadas. A primeira finalização do jogo foi do visitante com uma bomba de Carlinhos Paraíba, que parou na Muralha vascaína, Fernando Prass.

O Gigante da Colina, empurrado pela sua torcida, controlava o meio de campo, pressionando o Tricolor Paulista no seu campo defensivo. Porém, o Vascão não conseguiu transformar essa superioridade em chances de gols nos dez minutos iniciais.

Juninho Pernambucano, após grande jogada individual de Felipe, teve a primeira chance vascaína. O Reizinho recebeu a bola na entrada da área e soltou uma pancada, mas o goleiro Denis conseguiu salvar seu time. Allan, aos 18 minutos, tocou para Eder Luis que cruzou para Elton dentro da área e João Filipe se antecipou afastando o perigo. Era o Vascão pressionando!

O São Paulo conseguiu uma boa oportunidade, depois de trocar passes até a bola chegar em Wllian José chutar forte de canhota para mais uma grande defesa de Prass. Não demorou para o Gigante da Colina responder. Fellipe Bastos deu um lançamento espetacular para Eder Luis entrar na área e cruzar rasteiro para Elton. O camisa 39 vascaíno pegou mal e a bola saiu torta e sem força.

Aos 31 minutos, nova chance para Elton.  Allan tocou para o atacante, que girou sobre a marcação e chutou forte. A bola toca o lado externo da rede, enganando boa parte da torcida presente em São Januário.

Após o jogo ficar muito preso no meio de campo, Eder Luis disparou em velocidade pela direita e chutou cruzado para mais uma defesa do goleiro são-paulino. Minutos depois, Elton recebeu mais um cruzamento e mergulhou de peixinho, mas a bola foi à esquerda do gol. Foi o último lance de perigo no primeiro tempo.

O Trem-bala começou a todo vapor a segunda etapa. Allan foi para cima da marcação, livrou-se de dois zagueiros, entrou na área e chutou no gol e Denis salvou mais uma vez o São Paulo. Aos 8 minutos, Eder Luis tocou para Rômulo na intermediária, de frente para o gol, chutar forte para fora.

Quando Nilton se preparava para entrar no lugar de Jumar, que estava sentindo a perna, Juninho Pernambucano deu um carrinho, raçudo, no ex-flamenguista Juan, e o Reizinho sofreu uma lesão foi substituído. Poucos minutos depois Jumar deu lugar a Bernardo.

O jogo fica morno, com as duas equipes fazendo muitas faltas e errando os passes, quando Rômulo fez um cruzamento milimétrico para Elton cabecear forte e Denis espalma para escanteio. Na jogada seguinte, Elton faz novo cabeceio, para o chão, e o goleiro faz um milagre que salva o São Paulo.

O camisa 39 do Vasco teve mais uma chance para abrir o placar, após escanteio cobrado por Bernardo, mas a bola saiu por cima do gol. Aos 37 minutos, Bernardo bateu falta da intermediária com muito perigo.

Cinco minutos depois, a bola sobra para Nilton, que chuta forte em cima do goleiro. Na jogada seguinte, lance duvidoso, Allan entrou na área e foi derrubado pela zaga. Torcida e jogadores reclamaram muito. O Vasco seguiu pressionando, sem conseguir êxito, e a partida não saiu do 0 a 0.

Próximas partidas

O Gigante da Colina jogará nesta quarta-feira (02/11), às 21h 50, diante do Universitário (PER), no estádio Coloso de Ate, no Peru. É o primeiro confronto entre as equipes pela quartas de final da Copa Sul-Americana. Pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vascão vai à Vila Belmiro enfrentar o Santos, domingo (06/11), às 17h.

FICHA TÉCNICA

VASCO 0 X 0 SÃO PAULO

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de outubro de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 17.575
Renda: R$ 729.200
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa/PR) e Kleber Lucio Gil (SC)
Cartões amarelos: Rômulo, Allan (VAS); Xandão, Welligton, Henrique (SPA),

VASCO: Fernando Prass; Allan, Dedé, Renato Silva e Felipe (Douglas, 21'/2T); Rômulo, Jumar (Bernardo, 20'/2T), Fellipe Bastos e Juninho Pernambucano (Nilton, 15'/2T); Eder Luis e Elton.
Técnico: Cristovão Borges (interino)

SÃO PAULO: Denis; João Filipe, Rhodolfo e Xandão; Piris, Wellington, Carlinhos Paraíba, Marlos (Cañete 18'/2T) , Lucas (Henrique, 23'/2T) e Juan; Willian José (Rivaldo, 23'/2T).
Técnico: Leão.

Outras Notícias